Educação Financeira

Eu não quero cartão de crédito!!!

Na última quarta-feira acordei com a decisão de ir ao banco mudar o valor da minha tarifa de serviços( aquela que é  cobrada todos os meses).Observei que estava muito alta, fiz uma pesquisa no site do banco e verifiquei,que para o meu perfil de cliente, poderia ser reduzida.
As 10:30, cheguei ao Banco do Brasil,me dirigi à atendente que me informou, que eu necessitaria de comprovante de residência para fazer qualquer modificação na minha conta em razão das mudanças ocorridas (aquele banco era o antigo Nossa Caixa, comprado pelo banco do Brasil )e que eu então deveria assinar um contrato com o atual (Banco do Brasil).
Peguei a senha nº 11 , e totalmente decidida  realizar a mudança, procurei um lugar nas proximidades para imprimir a 2ª via da conta de luz pela internet, não havia lan house por perto.

Ainda não conformada em ter que voltar para casa e  pegar o tal comprovante de residência, parei em uma gráfica para perguntar sobre uma possível lan house por ali.
A balconista perguntou o que eu precisava e após informá-la,sorriu para mim e disse que poderia fazer a impressão. Fiquei feliz, perguntei qual o valor e ela sorrindo me respondeu R$ 5,00. Logicamente indaguei o alto preço, e ela com o mesmo sorriso me explicou : “-È por causa da internet”. Neste momento senti minhas orelhas crescendo como as de um burro.
Tem dó!!!! R$5,00 para imprimir uma folha e ainda com esta justificativa?.
Me retirei do local, e vi que ao lado havia uma outra gráfica, entrei e fiz a mesma pergunta. Desta vez atendida por um rapaz (que nem sorriu), e a resposta dele foi R$ 2,00. Fechamos negócio.
Retornei ao banco, e a próxima senha era a minha (uhuuuuuuuuu!!!).
Após alguns bons minutos (25min), comecei ler o contrato e observei que havia uma cláusula referente à ADESÃO DE CARTÃO DE CRÉDITO,(2 tipos)constando os limites e tudo o mais.
Informei que não queria os cartões, pedi que fosse retirado o (SIM) daquele item.
Para minha surpresa a resposta foi que o sistema não permitia fazer aquela modificação.A atendente (muito prestativa ) tentou de todas as maneiras trocar o SIM, pelo Não (de não adesão aos cartões de crédito).
Fui então comunicada de que seria possível cancelar no sistema os cartões , mas seria impossível modificar o contrato (pois quando impresso trazia aquela informação automaticamente).
Eu então, me manifestei dizendo que não assinaria, pois como poderia assinar algo do qual não concordava.
Após muita conversa , ela fez a modificação da minha tarifa que era R$22,00  para R$ 13,00, e eu não assinei o contrato, vou receber um cartão só de débito, sem nenhum vínculo com qualquer operadora de cartões de crédito.
O banco informou que apenas no próximo mês, será cobrado o novo valor de tarifa (ponto para eles).
Cada dia que passa me indigno mais com situações como esta. Quem será que realmente decide como será usado o nosso dinheiro ? Estamos perdendo o poder de decisão.
Preste atenção na sua tarifa bancária, talvez seja possível reduzir o valor, e se for do seu interesse não aceite cartões de crédito que você não pediu.
Ah!!!! já ia me esquecendo, saí do banco as 12:30. Dá para desistir não dá?.Mas não desisto não, o dinheiro é meu.

5 Comentários

  • Willy Fog

    Oi Luciene!
    .
    Estou lendo seu blog desde o início e estou gostando bastante. Não sei se vc sabe mas hoje é possível ter a conta de serviços essenciais sem pagar nenhuma tarifa. Os bancos não divulgam e alguns gerentes nem sabem disso. Parabéns pelo seu blog.
    .
    Abcs

  • Luciene

    Ola Blogueiro executivo,

    Obrigada por sua opinião, fui cliente do Itaú por muitos anos, mas cansei de ter várias contas por questões profissionais me vinculei ao BBrasil, o final da história, foi: a minha taxa diminuiu, mas eles me mandaram um cartão de crédito pelo correio.
    Normalmente resolvo muitas questões enviando e-mail para o B Brasil, em algumas horas após a reclamação o gerente liga, pede mil desculpas e resolve o problema (cobrança de taxas indevidas)
    Até mais.

  • Anônimo

    Parabéns pela atitude, porém você está em um banco público, este tipo de coisa acontece, acho melhor um privado como o itaú, quanto a tarifas, é mais fácil resolver, só dizer que vai comprar dois consórcios, abrir uns dois fundos, fique amigo do gerente e pronto ele vai no menu de reclamações e diz que você vai fechar a conta logo desaparecem seis meses de tarifas, eu consigo isto no meu banco… enfim, mas na falta de projetos futuros e poupanças + uma falta de tato comercial de relacionamento do seu banco faça isto…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *