Finanças Pessoais

Reforma que cabe no bolso

Ano passado, neste mesmo período, decidi que faria uma reforma na minha cozinha e lavanderia.
Pois bem, eu ainda não realizei a reforma.
Quem é mulher sabe o que representa esta decisão (ansiedade, revistas, lojas e muitas…,muitas ideias e desejos).E quem é homem que convive com mulher também sabe que não é nada fácil nos segurar  quando queremos mudar algo.
Eu sou do tipo caseira e que ADORA decoração, e passo a maior parte do tempo em casa, o que potencializa a minha vontade de fazer as
mudanças necessárias por aqui.
Quando comprei o meu apartamento, fiz poucas mudanças (significativas), por uma questão financeira, pois na ocasião eu ainda era uma
mulher endividada, e a cozinha e lavanderia ficaram para outro momento.
Já é do conhecimento de todos, o que pode acontecer em um orçamento na hora de construir ou reformar. Os imprevistos sempre acontecem e o planejamento, (quando é feito) sempre sofre alterações, e o descontrole financeiro acaba sendo fatal.

Por estas questões, ainda não reformei. Estou fazendo um planejamento o mais detalhado possível, para tentar amenizar as desagradáveis
surpresas com o dinheiro.
Estou disposta a não realizar todos os meus desejos (sem crises) afinal  eles nem sempre cabem no meu bolso.
Planejar, colocar tudo no “papel”, tem me ajudado a fazer as adequações necessárias. Nem tudo que eu quero que é tendência, eu posso ter ou combinam com o meu estilo de vida.
Em breve falarei mais sobre a minha reforma, mas o que tenho aprendido neste momento de espera e pesquisa é:
  • Há desejos que podem ser adaptados em prol da saúde do meu bolso.
  • Buscar métodos alternativos.
  • Nem tudo que esta na moda e é tendência, será funcional e atenderá as minhas necessidades.
  • Negociar sempre, entre outras coisas.
Por hoje é isto, aceito boas ideias!!
Um abraço! Que bom que você veio.
Volte sempre e traga mais amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *